Turbine suas vendas de MMN (Marketing de Multinível)

Turbine suas vendas de MMN (Marketing de Multinível)

Situação da Economia: onde entra o Marketing de Multinível

Temos hoje 14 milhões de pessoas desempregados no Brasil, de acordo com o IBGE (instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), além de mais ou menos a mesma quantidade de pessoas que desistiram de procurar emprego (e que, por terem desistido, não entram nas estatísticas oficiais, segundo a metodologia do IBGE).

Ou seja, temos hoje uns 28 milhões de pessoas que precisariam estar empregadas, gerando renda para si e suas famílias. (para maiores detalhes, leia “O Mercado é Grande“)

Nesse volume imenso de pessoas, encontramos de tudo: desde gente que faz paninho pra vender no farol  ou faz doce/salgadinho pra bar e restaurante (não tem nota-fiscal, não é MPE, não é coisa alguma), até gente trabalhando com os “Hinodes”  da vida, ou diretamente com empresas de marketing multinível – e suando muito para conseguir uma remuneração satisfatória. Todos tem que caçar ao menos um leão por dia.

ANTES DA CRISE, o Jornal Estado de São Paulo já noticiava que quase dois terços dos brasileiros recorrem ao bico para fechar contas. 64,4% de toda a população realizou algum tipo de trabalho informal para equilibrar as finanças pessoais no fim do mês. Imagine agora, coma  crise, onde se estima que levaremos 8 anos para retornar ao índices de desemprego de 4 anos atrás?

O jeito de não ficar parado é empreender. Fazer alguma coisa. Por isso muita gente que aceita trabalhar em rede de vendas de marketing multinível, para gerar uma renda extra, não importando nem quanto, nem como, nem quando: qualquer coisa é melhor do que ficar parado!

Este artigo fala das coisas boas e ruins de adotar o MMN – Marketing Multinível – como um modelo de sobrevivência. E mostra opções de como o trabalho com MMN pode ser turbinado, multiplicando os resultados…

É fato que as boas opções não são fáceis de serem encontradas na Internet, onde há oferta de tudo quanto é coisa e onde todos se oferecem como a solução definitiva para seus problemas financeiros… Muita mentira rolando solta. Mas aqui você teve sorte e chegou numa alternativa que pode ser a diferença na sua vida.

Conceito Básico do Marketing de Multinível (para quem não tem muita ideia do que é, senão pode pular)

Essencialmente, o Marketing de Multinível (MMN), ou Marketing de Rede, como também é chamado é uma forma de levar produtos e serviços diretamente aos consumidores. Sem intermediários de uma cadeia de distribuição (atacadistas, lojas) e sem os custos de campanhas publicitárias gigantescas. E montada uma estrutura de distribuidores diretos, independentes, formadas por indivíduos que, além de poderem vender o produto ou serviço, podem também nomear e patrocinar outros distribuidores independentes.

Com isso, além de obter comissões de vendas geradas pelas próprias vendas, criam “debaixo” de si uma organização distribuidora, com outros distribuidores independentes, o que em tese pode multiplicar exponencialmente suas comissões de vendas, uma vez que se apropriam de uma percentagem das vendas dos distribuidores a eles ligados.

Isso teoricamente cria uma poderosa forma de alavancar negócios sem que seja necessário fazer  novos e altos investimentos. Mais que isso: esses distribuidores independentes podem continuar continuam a vender e patrocinar  mesmo que o distribuidor “cabeça de chave” decida parar vender, mantendo com isso uma renda residual e que é chamada de “alavancada” pelo exército de distribuidores associados que conseguir manter..

Verdades e Mentiras sobre MMN (marketing de multinível)

Verdade: O marketing multinível (MMN) ou marketing de rede é um modelo de vendas em que um revendedor ganha uma participação nas vendas geradas por ele e também por sua rede de revendedores.

Verdade: Quanto mais recrutar vendedores em sua rede, mais o revendedor aumenta suas receitas, mesmo que ele, em si, não gere vendas diretamente para seus clientes. Assim, um revendedor, além de vender, procura atrair novos distribuidores para o negócio, potencializando o aumento de seus ganhos. E passa a ganhar uma remuneração (uma comissão) sobre os trabalhos dos “seus” revendedores afiliados.

Mentira: Se um vendedor não vender nada diretamente para seus clientes, poderá viver tranquilamente somente com as comissões recebidas de suas redes de revendas, sem fazer nada. Não é possível não fazer nada: quanto mais revendedores tem, maior o grau de suporte e atenção é necessário para ajudar cada participante da rede a atingir. Isso envolve treinamento, respostas a consultas, ajuda no encaminhamento de problemas comerciais. O vendedor acaba se tornando mais um gerente/coordenador da rede do que uma pessoa que gasta 100% do seu tempo fazendo exclusivamente vendas para seus clientes diretos.

Verdade: quanto mais bem preparada for a equipe de revendedores maiores serão as receitas de comissionamento. Claro: um time bem preparado faz a diferença na hora de vender. Isso implica em que a equipe conheça muito bem todos produtos comercializados e toda a política/sistema de comercialização. Em geral isso envolve treinamento, como foi falado no item anterior. E o líder da equipe precisa de disciplina, tempo e um pouco de pedagogia para fazer isso bem feito.

Mentira: A produtividade das vendas será sempre diretamente proporcional à quantidade de vendedores da rede, Quanto mais vendedores, mais receitas. Automaticamente. Isso não ocorre necessariamente. Cada novo elemento precisa ser treinado e, normalmente, sua produção de vendas é menor que a de vendedores participantes mais antigos e mais experientes. Na verdade, ao crescer, há sempre o perigo de reduzir a produção média de vendas por vendedor. É preciso agregar novos vendedores com perfil e garra para aprender e para vender. Colocar mais gente na rede sem qualificação ou qualidade aumenta o número de problemas e não gera vendas marginais significativas. Ou o pessoal “sai da rede” com a mesma facilidade que entrou.

Mentira: é fácil crescer a rede porque não há investimentos iniciais para os novos vendedores. Isso poderia ser verdade se a empresa escolhida tivesse produtos que fossem apenas oferecidos por catálogo. Isso nem sempre ocorre: há empresa que exigem que seus “vendedores” façam a formação de um estoque inicial. E há outra questão: o tempo gasto em orientação e treinamento, por parte do líder da rede, também tem um custo de oportunidade: ele poderia estar gerando mais receitas se dedicasse esse tempo às próprias vendas.

Mentira: o crescimento das vendas é muito rápido, porque os vendedores da rede podem formar suas próprias redes e o líder da rede original (raiz) passa a receber comissões sobre a venda de sua rede e também sobre a venda de suas sub redes. Primeiro, à medida em que as sub redes vão se formando, a contribuição marginal para o líder raiz da rede é menor. Segundo: essas sub redes terão seu próprio tempo de maturação: vão demorar um nível de eficiência de vendas que seja parecido com o da primeira rede raiz. O aumento das receitas ocorre cada vez mais lentamente – e com menor grau de significância em relação às receitas totais.

Mentira: Todas empresas que trabalham com MMN – Marketing Multinível – são boas. Há empresas excelentes, mas há muito mais empresas que oferecem seus produtos fora da rede, competindo com a própria rede de distribuição multinível. No fundo, fazem venda direta ao cliente final, justificando que estão cobrando preços superiores àqueles que sua rede MMN oferece no mercado. Ou seja, além de cobrarem mais caro, não pagam comissionamento a ninguém, ampliando em muito a sua lucratividade. Em geral, essas mesmas empresas “empurram” um estoque inicial para os revendedores da cadeia de MMN, convertendo-os em compradores compulsórios antes de verdadeiramente tratá-los como uma peça chave de sua cadeia de distribuição. É um desrespeito e, de certa forma, um abuso. Essas empresas demonstram que, na verdade, sua rede MMN é apenas mais “um tipo de cliente” que, por precisar gerar renda para sobreviver, arrisca todo o dinheiro que tem para comprar um estoque que nunca sabe se vai de fato vender – e por isso fica com os “micos” do que não conseguir vender.

Mentira: você vai se tornar milionário, ganhar muito dinheiro. Conversa mole. Somente os líderes que estão no topo das redes vão ganhar muito com o seu trabalho e dos revendedores abaixo deles. A maior parte das pessoas que investem em MNN ou perdem dinheiro, ou ganham muito pouco. Por exemplo, isso ocorre numa das maiores empresas de MMN, a Amway: menos de 1% tem o nível de diretor, o resto dos 99% tem uma comissão bruta média (sem descontar impostos) de R$40 por semana, menos de R$200 por mês. Não é a toa que a maior parte dos revendedores desististe no primeiro ano de atuação. Segundo a ABEVD (Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas), no primeiro semestre de 2017 as vendas brutas foram de R$ 21 bilhões e o número de revendedores era de 4.2 milhões. Isso dá R4 5.000 por semestre por revendedor, cerca de R$ 830 por mês. Mesmo imaginando uma comissão média de 20% sobre as vendas, isso dá uma remuneração bruta de R$ 160 reais por mês para cada revendedor. Por isso MMN pode ser uma fonte de renda extra, mas nunca vai ser um gerador de renda efetivo para quem não está no topo das redes…

Mentira: O mercado de MMN está crescendo e é muito relevante. Segundo os dados da própria ABEVD, as vendas encolheram de 2017 em relação a 2016 e o volume de negócios correspondeu a apenas 8% do PIB da indústria de transformação. A queda de vendas pode ser explicada pelo cenário macroeconômico no Brasil, que também teve índices negativos. Mas a realidade é que existe um modelo antigo de fazer MMN (que vai acabar porque é baseado em reuniões em hotéis, revendedores com estoques e que essencialmente vendem para parentes e amigos ou contatos frios – o que limita muito sua atuação e crescimento). E existe um modelo novo, que é baseado em Internet (que implica em trabalhar sem estoques, atrair e cadastrar pessoas novas usando funis de vendas online, usando técnicas de marketing digital).

Turbine suas ações de MMN (marketing de multinível) e automatize suas vendas, multiplicando resultados

Você que conhecer o NOVO jeito de trabalhar com MMN? Então veja o vídeo abaixo. 

O mundo mudou, virou digital

O seu trabalho com MMN também tem que se digitalizar.

Deixar de atuar como um empreendedor que se enxerga como “revendedor” ou como um vendedor que trabalha com catálogo, estoque e vende para amigos e parentes, num segmento geográfico específico.

Você pode mudar sua cabeça, passar a se ver como um empreendedor digital que tem uma “franquia de uma ou várias marcas“, uma “microfranquia digital“. Que pode atuar em qualquer lugar do mundo, a partir de sua casa, usando técnicas de marketing digital, sem limitações geográficas. E, ao recrutar afiliados, dar a mesma ferramenta  para que ELES também façam negócios multiplicadores. Aí sim, você começará a ganhar um bom dinheiro. Mas o ponto de partida é você mudar sua cabeça: deixar de querer ganhar uma renda extra e assumir que quer ganhar MUITO MAIS DO QUE PRECISA – e que vai fazer isso dum jeito diferente, a partir de hoje.

Sim, o mundo mudou, e a BuilderAll está aí para alavancar seus negócios MMN. E ajudar você a mudar o seu destino.

Junte-se à nossa rede de Empreendedores Builderall.

turbine seus negócios online

Chatbot para Facebook: respostas imediatas para quem comenta suas postagens

Chatbot para Facebook: respostas imediatas para quem comenta suas postagens

6 Motivos para Implantar uma Estratégia de Chatbot no seu Negócio Hoje Mesmo

Quando alguém chega na sua fan page do Facebook – e é instigado a comentar algo – você pode iniciar um processo de diálogo com um robot. O robot dirige o visitante para onde você quiser, aumentando as chances desse visitante se tornar um LEAD e posteriormente se tornar seu cliente. A vantagem do robot: ele funciona 24 x 7 x 365. Trabalha enquanto você dorme e não tem essa de “fim de semana ou descanso remunerado ou feriado“…

Implantar uma Estratégia de Chatbot no seu negócio equivale a dizer que você irá habilitar um robozinho do Facebook para implementar novas ações de atração, desenvolvimento de clientes e vendas,

Você tem pelo menos 6 bons motivos motivos para fazer isso hoje mesmo, aumentando a presença online do seu negócio e os os resultados de marketing de suas campanhas.

Os 6 Bons Motivos:


1. Dar Respostas Rápidas

Você tem alguns segundos para que o visitante à sua página lhe dê atenção. Por isso o tempo de resposta a um visitante é algo fundamental para  atrair – e manter – a atenção dele para o seu negócio. Usando Chatbots, a resposta ao visitante pode ser imediata, tornando a experiência de interação com o usuário útil e muito mais agradável.

2. Conquistar e Fidelizar Clientes Potenciais

No Brasil, todos temos culturalmente uma expectativa de sermos muito mal atendidos. E é claro que clientes mal atendidos normalmente buscam novos fornecedores. Se você criar uma sequência de atendimento que seja cordial e personalizada, ativada em tempo real, irá surpreender e possivelmente gerará a fidelização do seu cliente em potencial, abrindo as portas para concretamente realizar vendas.

Com isso você aumenta o Score de Promotores Líquidos (SPL) que, essência. é índice de pessoas que fala bem e promove o seu negócio “boca a boca”. Satisfação do cliente é apenas um conceito de sobrevivência, enquanto que o SPL (em inglês “Net Promoter Score ou NPS”) é a receita real para prosperar. O SPL não apenas avalia a satisfação do cliente e as relações gerais com o cliente, mas também o conecta com o crescimento das receitas. Ele “cavoca” o sentimento dos clientes e a sua lealdade, buscando uma resposta para a pergunta fatal: “qual é a probabilidade deles recomendarem seu negócio para seus amigos e familiares“.

Ao atender os clientes prontamente com um chatbot, você pode encantar os clientes. Mesmo que você não consiga resolver seus problemas, eles se sentirão bem com a abordagem imediata que você adotou e isso ajudará você a obter a vantagem de ganhar um marketing “boca-a-boca” que potencializa mais negócios.

3. Atendimento 24x7x365

Reforçando o que já dissemos, ao ativar o seu Chatbot seu negócio passará a ter um “atendimento” de 24h por dia durante os 7 dias da semana, todos os dias do ano. Não importa a hora e e o dia em que o internauta navega em sua página. Ele será recebido pelo seu atendimento virtual, do Chatbot. Isso significa que seu negócio pode continuar crescendo – mesmo enquanto você dorme ou se diverte.

4. Atendimento nos canais que você usa

Usando Chatbots, você pode interagir com seu público alvo por diversos canais. O chatbot pode direcionar o visitante para qualquer lugar. No Facebook ou outros links das suas Redes Sociais. Você poderá desenhar chats automatizados  que, com base nas respostas dos visitantes, parecerão humanos e ficarão muito atrativos. Direcionando-os para onde você quiser. E  mais: seus posts no Facebook não serão barrados por conterem links internos. Deixe que o robot informe os links para onde quer levar seu público-alvo.

5. Redução do CAC: Custo de Aquisição de Cliente

Adquirir novos clientes é sempre mais caro do que manter. Reduzir o CAC é um dos principais desafios no marketing digital. É aqui  que o chatbot entra e pode fazer uma grande diferença. O Chatbot ajuda a lidar com sua operação de vendas e a reduzir significativamente o custo de aquisição do cliente. Sim, é como se fosse um assistente de vendas que pode aceitar e processar centenas de solicitações de uma só vez. O recurso de manipulação de consultas do chatbot depende da plataforma do chatbot que você usa. Por exemplo, um chatbot criado com o IBM Watson pode processar 500 gigabytes de dados, o equivalente a um milhão de livros por segundo. Assim, ele pode lidar com qualquer quantidade de consultas que seus clientes possam ter. Você não precisa do Watson: o chatbot da BuilderALl é mais do que suficiente e só esta ferramenta já vale o que voce paga mensalmente.

6. Baixo Valor de Investimento e alta interação

Este é um dos motivos que mais chamam a atenção, principalmente dos usuários da plataforma BuilderAll.

No plano Business da BuilderAlll, você tem à sua disposição a plataforma Facebook Chatbot . Nela, é possível  utilizar os Chatbots de forma nativa em todas as suas Fanpages do Facebook. Criando sequências de respostas  automatizadas para cada postagem específica dentro do Facebook,  São os chamados “FLOWS“, que garantem novas funcionalidades para o seu negócio.

Com certeza existem outros motivos interessantes para se implantar o Chatbot nos seus negócios hoje mesmo e provavelmente você já pensou em um ao ler esse post.

Agora, seu próximo passo é construir o seu Robozinho no Facebook Chatbot e fazer grandes negócios.

Dicas para utilizar o ChatBot da BuiderAll

O Chatbot da Buiderall (inscreva-se gratuitamente e sem cartão para poder testar) permite montar “flows“. O que é um flow? Na verdade é um fluxo de ações pré-definida, onde cada ação induz a uma escolha e em função da escolha que o visitante faz, ele é levado a outra ação.

Cada ação em si é um chatbot em particular. Você deve desenhar seu flow de maneira que o visitante sinta que está tendo  uma conversa inteligente com você. Ou seja, ele deve se parecer, o mais próximo possível, com um comportamento humano. As  ações de cada Chatbot podem ser síncronas(respostas imediatas) ou assíncronas (respostas programadas para um tempo depois, que vão “chamar” o usuário para o Messenger depois de um tempo programado).

Por exemplo: quem faz negócios oferecendo a BuiderAll pode vender:

  • o plano básico, que é para quem quer ter presença na WEB (essencialmente  ter seu site na WEB);
  • o plano de marketing digital (para quem quer usar as ferramentas de marketing digital);
  • o plano Business (para quem quer desenvolver uma rede de negócios usando a plataforma BuilderAll).

Eu, como embaixador da BuilderAll, posso oferecer qualquer plano. Mas quando um visitante cai na minha FANPAGE, eu não sei o que ele poderia estar procurando! Bom, quando a gente não sabe. a gente pergunta. Com o chatbot posso dar boas vindas ao visitante e perguntar o que ele está buscando (inclusive dando a opção de que não está buscando nada e agradecendo, neste caso, sua visita, para no mínimo ser educado).

Aqui segue um exemplo feito pelo Renato Rosa (um fanático por Chatbot), que está publicamente disponível para todos que usam a Builderall (você pode baixar na sua conta (mesmo que temporária e grátis) e adaptar para o seu caso e o seu estilo):

Mais dicas valiosas do Renato Rosa (que não tem em lugar algum)

O Wesley da Builderall entrevista Renato Rosa, que dá dicas que não são encontradas em lugar algum!

Dicas da própria BuilderAll

A BuilderAll tem tutoriais em vídeo para tudo. No caso do Chatbot, o presente tutorial pode ser consultado por quem está iniciando – e dá uma ideia muito boa do que pode ser feito,

Livros Sobre o Builderall Chatboot

Builderall eBook Lead Magnet / Leadgeneration Chatbot template (inglês)

Tired of sending out emails and people dont even open them? You need a lead magnet which always will reach your audience and never land in spamfolder? High opening rates and click through rates? Then the Builderall eBook Chatbot Leadmagnet is something for you! Comes with a Done for You eBook, chatbot flow files you can easily import and a instruction manual including training.

(Cansado de enviar e-mails e as pessoas nem sequer abri-los? Você precisa de um ímã para atrair leads que sempre atingirá seu público e nunca chegará a uma pasta de spam? Com altas taxas de abertura e taxas de cliques? Então o Builderall eBook Chatbot Leadmagnet é algo para você! Vem com um “eBook feito para você”, arquivos de fluxo chatbot que você pode facilmente importar e um manual de instruções, incluindo treinamento.)

Builderall eBook inclui:

  •  Builderall eBook Chatbot Flow
  •  Builderall eBook Download Flow
  •  Integrated Builderall Leadgeneration Flow
  • ​​​​​​​ Installation & Setup Guide
  •  Messenger Marketing Strategy Training

 

Vídeo Demonstrativo

(expanda para ver melhor)

 

Tutorial, em inglês. extremamente didático (do mesmo autor do E-book)

(expanda para ver melhor)

Como Integrar formulários WordPress com o MailingBoss da BuilderAll

Como Integrar formulários WordPress com o MailingBoss da BuilderAll

Muita gente já tem o seu site ou blog implantado em WordPress. Em geral com formulários prontos, SEO feito, indexação perfeita no Google… Abandonar tudo isso para levar para a BuilderAll é trabalhoso e complicado.

Até porque nos dias correntes o Blog da Builderall é considerado um “legado“, por eles mesmos. Ou seja, não tem tido nenhuma atualização. Segundo, antes era possível definir subdomínios para os blogs – e essa funcionalidade aparentemente desapareceu ou está bem escondida. Terceiro: se a sua quantidade de posts cresce muito, vai ficando cada vez mais complicado administrá-los e atualizá-los.

Por outro lado, o MailingBoss da BuilderAll tem capacidades muito interessantes: programar sequências de e-mails (além de campanhas) e o Workflow, uma ferramenta visual tipo “arrasta-e-puxa” que permite montar toda a lógica de uma campanha complexa. Então, juntar uma coisa com outra é unir o útil ao agradável. Mas como fazer isso? E de forma que fique esteticamente agradável no seu WordPress?

Antes de qualquer coisa, crie sua lista no MailingBoss

abrir nova lista mailingboss

Ao criar uma lista no MailinBoss, você tem que usar obrigatoriamente o campo de e-mail e pode acrescentar outros campos, como nome, senha, etc.

Digamos que você crie uma lista muito simples, tendo o e-mail e o nome da pessoa. A tag para e-mail você pode deixar como [EMAIL] e o nome da pessoa você pode definir que é obrigatório e definir a tag como [FNAME] (pode ser qualquer outro).

criar campo nome mailingboss

Acerte os parâmetros da lista e depois clique em FORMULÁRIOS DA LISTA, em Links rápidos. Você verá 2 possibilidades, em duas janelas. Copie todo o formulário em HTML da PRIMEIRA janela. A segunda tem um código que não serve pois é IFRAME (que é incapaz de se comunicar com o código da página de WORDPRESS que vai ter o formulário.

Cole o código na página em quer ter o formulário. Coloque o editor no modo TEXTO e cole o código. Volte para visual. Ficou feinho, não é? Mas já dá para testar mesmo assim.

Salve a página e visualize.

 

Alterando o formulário para ficar bonito

Você deve escrever ou adaptar um o estilo dos campos de entrada e do botão de envio (submit), No meu caso escrevi o seguinte estilo, contendo os estilos:

buttom.mailing e

input[type=text].mailing

Você pode adaptar esse CSS para as cores e o estilo de seu site. Se você tem uma folha de estilos CHIELD, coloque lá na folha styles.css. Se não tem, ou nem tem ideia  do que é isso, instale um pluguin como Scripts n Styles que permite colocar CSS em qualquer página ou post.

/*MAILING BOSS*/
button.mailing {
background-color: #0274b3; /*Azul */
border: none;
color: white;
padding: 15px 32px;
text-align:center;
margin: 0 auto;
text-decoration: none;
display: inline-block;
font-size: 16px;
width:80%;
cursor: pointer;
}

input[type=text].mailing{
width: 80%;
padding: 12px 20px;
margin: 8px 0;
box-sizing: border-box;
border: 1px;
text-align: left;
border-color: #CCCCCC;
border-style: solid;

}

<form action=”https://member.mailingboss.com/index.php/lists/cn186vrpg1222/subscribe” method=”post” accept-charset=”utf-8″ target=”_blank”>
<div class=”form-group”>
<label>First name</label>
<input type=”text” class=”form-control” name=”FNAME” placeholder=”” value=””/>
</div>
<div class=”form-group”>
<label>Email <span class=”required”>*</span></label>
<input type=”text” class=”form-control” name=”EMAIL” placeholder=”” value=”” required />
</div>

<div class=”clearfix”><!– –></div>
<div class=”actions”>
<button type=”submit” class=”btn btn-primary btn-submit”>Inscrever</button>
</div>
<div class=”clearfix”><!– –></div>
</form>

Adaptando o texto do formulário

Agora você vai trocar os estilos originais do formulário do MailingBoss, para usar os seus 2 estilos acima. Vai ficar algo assim:

<form action=”https://member.mailingboss.com/index.php/lists/cn186vrpg1222/subscribe” method=”post” accept-charset=”utf-8″ target=”_blank”>
<div class=”form-group”>
<label>Seu Nome com Sobrenome </label>
<input type=”text” class=”mailing” name=”FNAME” placeholder=”” value=”” required/>
</div>
<div class=”form-group”>
<label>Seu melhor E-mail <span class=”required”>*</span></label>
<input type=”text” class=”mailing” name=”EMAIL” placeholder=”” value=”” required />
</div>

<div class=”clearfix”><!– –></div>
<div class=”actions”>
<button type=”submit” class=”mailing btn btn-primary btn-submit”>Inscrever</button>
</div>
<div class=”clearfix”><!– –></div>
</form>

Testando e fazendo ajustes finais

Visualize sua página (ou post) e envie o formulário, preenchendo e-mail e nome. Note que os inputs contem REQUIRED nos dois campos, pois precisamos ter os 2 campos preenchidos antes de poder enviar e o controle está nessa página (ou post) e não com o MailingBoss.

Quando você cadastrou a lista, deve ter definido se ela é “single opt-in” (o e-mail já entra com status de confirmado mesma que seja falso). Ou “double opt in”, ou seja, o e-mail precisa ainda ser confirmado. A BuilderAll – se não tirou já – vai tirar em breve a opção single opt-in – de forma que sempre ao criar uma lista terá de usar o double opt-in. O que é ótimo para você, pois seus e-mails confirmados sempre serão verdadeiros. Envie o formulário.

Vai cair naquela página feinha do MailingBoss dizendo que você deve olhar a caixinha de entrada (ou mesmo SPAM) e clicar no link de confirmação. Não sei porque a BuilderAll não deixa habilitado o editor de HTML nessa página, seria possível produzir uma mensagem bem mais bonita. Se você ver essa página (que pode ser editada quando você cria a lista, mas só no modo texto), é sinal que o MailingBoss engoliu o Nome e o e-mail e ele está com status de Não Confirmado.

email nao confirmado mailingboss

Entre no MailingBoss e clique em contatos para conferir.

Agora vá na caixinha de entrada do e-mail que você cadastrou (ou no SPAM). Se caiu no SPAM provavelmente, na lista que você criou, o e-mail de REMETENTE não está no domínio que você tem cadastrado na BuilderAll (ou o remetente é um e-mail hotmail, yahoo ou gmail ou coisa que o valha – vai para SPAM garantido).

O ideal, na lista criada, é que o e-mail de REMETENTE tenha o MESMO domínio registrado na Builderall… (confira os domínios que você tem registrados/associados à BuilderAll no próprio MailingBoss, no menu que fica completamente à esquerda). Achando o e-mail de confirmação, clique no link para confirmar sua inscrição. Novamente, vai aparecer a telinha do MailingBoss de confirmação, Que é bem chucra. Volte para o MailingBoss, clique em Contatos da Lista e veja se agora o e-mail está como Confirmado.  

email confirmado mailingboss

 

Refinamentos

As duas coisas chatas que acontecem quando você envia o formulário e depois quando clica no e-mail de confirmação:

  • você cai fora de seu site e vai para as paginas do BuilderAll; tendo de dar back para VOLTAR so seu site;
  • O estilo dessas páginas provavelmente é completamente diferente do estilo do seu site.

Felizmente, você tem como contornar isso no MailingBoss. No lugar de usar as páginas dele, logo abaixo, há um botão de AVANÇADO, onde você pode cadastrar um link de um site externo, tanto para a página que PEDE a confirmação quanto para a página que CONFIRMA que tudo está OK.

Eu criei duas páginas no meu site e coloquei como Links. Dê uma olhadinha:

Assim o estilo é o mesmo do meu site e o lead permanece nele. Essas páginas podem ter um call to action também, oferecendo alguma outra coisa. Ou seja, fazendo essa integração você consegue montar FUNIS DE VENDAS também no seu próprio site. A partir do momento em que o lead CONFIRMA o e-mail na sua lista, o WORKFLOW do MailingBoss pode começar a disparar uma SEQUÊNCIA de e-mails programados com ações muito legais. Não há limites do que pode ser feito.

Colocando seus links na sua lista MailingBoss

Inscrição Pendente

Na última linha, com delay 0 (ou seja, imediatamente). Tem de clicar em AVANÇADO para abrir.

inscricao pendente mailingboss

Inscrição Confirmada

Coloque seu link também com delay 0. Não esqueça de clicar no botão de avançado para aparecer.

inscricao confirmada mailingboss

Mais uma dica legal para seus testes

Quando a gente está fazendo testes, muita coisa dá errado no caminho e já usamos todos nossos e-mails para testar a lista e saber o que acontece. Aí temos de entrar no MailingBoss e apagar os nossos próprios e-mails da lista para poder reenviá-los novamente num teste subsequente.

Isso acontecia comigo até que descobri o site mailinator.com 
Quando cadastrar um novo email, voce pode definir o nome que quiser: teste1@mailinator.com, teste2@mailinator.com…. Aí cadastra o email na sua lista nova.  Entra no MAILINATOR.COM e escreve somete teste1 (ou teste2 ou o diabo que você tiver inventado).  Você vai receber o e-mail aí, sem senha, sem nada. E o e-mail se auto-apaga depois de algumas horas. Qualquer pessoa do mundo pode acessar se souber o prefixo de e-mail que você registrou, mas se não são dados confidenciais não importa e o e-mail se auto-destruirá. Para testes é perfeito. E não precisa ficar apagando nada no MailingBoss

Resumindo: o Mailinator é um serviço de e-mail descartável que permite usar qualquer endereço de e-mail que você possa imaginar sob o domínio @mailinator.com e, em seguida, pegar o e-mail no site do Mailinator. Você pode usar seu endereço @mailinator para se inscrever em sites, registrar softwares, postar em fóruns ou em qualquer outra situação na qual você precise de um endereço de e-mail rapidamente, mas não queira fornecer seu endereço real. A vantagem aqui é que não há conexão com seu endereço de e-mail real, então quando as listas de e-mail de registro chegam às mãos de spammers – seja acidentalmente, por meio de hackers ou porque uma lista é intencionalmente vendida para spammers – você está protegido contra spam .

Carinha” do seu formulário: abaixo, como vai ficar no seu site:

Abaixo você pode ver como vai ficar e inclusive testar a solução proposta. Use um e-mail verdadeiro para poder receber o e-mail de confirmação:



Formulários em Widgets

Se você for usar formulários em WIDGETS (que ficam numa das laterais do site, esquerda ou direita), deverá incluir uma caixa de HTML Personalizado e colar todo texto do formulário lá.

Você poderá ter problemas como o que encontrei: um CSS reduzia o tamanho do formulário a 50% da largura, deixando praticamente sem espaço para digitar e sem espaço parao botão. Criei um css “mailingw”, só para usar nos widgets.

O formulário e o CSS ficaram assim:

Junte-se à nossa rede de Empreendedores Builderall.

turbine seus negócios online

O mercado é grande!

O mercado é grande!

É mentira que temos (apenas) 12 a 13 milhões de desempregados!

Na verdade, temos muito mais. Por quê?

  1. O IBGE considera pessoas que desistiram de procurar empregos (por não achar) como empregadas, sabia?
  2. Dos 79 milhões de pessoas que poderiam estar empregadas, somente 33 milhões têm carteira assinada, sabia?
  3. Ou seja, temos hoje 46 milhões de pessoas economicamente-teoricamente ativas que:
    1. estão fazendo nada!
    2. estão fazendo algum bico para sobreviver!
    3. estão produzindo alguma coisa para vender na esquina, quando você para no farol ou num congestionamento.

São 45 milhões – e não milhares – de pessoas sem perspectiva de uma vida digna. Coisa muito, muito triste.

Mas certamente a maioria delas tem um celular. Pode não ter computador, mas tem celular e acessa a internet. Se você fizer uma campanha e conseguir atingi-las,  oferecendo a Builderall, elas poderão mudar suas vidas. Pense nisso. Com carinho.

 

Junte-se à nossa rede de Empreendedores Builderall.

turbine seus negócios online

Implante seus domínios na Builderall

Implante seus domínios na Builderall

Aqui você tem um passo a passo com dicas do que fazer e do que não fazer. Implante seus domínios na Builderall com sucessol…

Instalando domínio próprios na BuiderallPasso 1 – Registre um domínio para divulgar seus RECURSOS

Assim que você se cadastra na BuilderAll, você ganha por exemplo links de Funis de Vendas para começar a divulgar a plataforma. Esses são recursos. Ou pode começar a usar o MailingBoss, fazendo campanhas envolvendo e-mail-marketing. Isso é bom.

Seus links, dentro da plataforma Builderall, poderão ser enviados por um domínio próprio, diminuindo a probabilidade de serem considerados como SPAM.

Por enquanto, pense nesse domínio de RECURSOS apenas como um domínio apenas de DIVULGAÇÃO de seus funis de vendas da plataforma Builderall.

Você depois poderá definir e ter domínios COMPLETAMENTE diferentes para as áreas de CONTEÚDOS: blogs e sites que for construir futuramente,

O domínio para RECURSOS

O domínio que vai ser registrado para RECURSOS pode ser feito em qualquer lugar (LOCAWEB. GODADDY, ou NAMECHEAP (os domínios mais baratos do mercado) , ou diretamente no http://registro.br. (Atualização: hoje a BuilderAll já comercializa domínios, desde que não sejam .com.br).

Evite comprar seus domínios no registro.br porque ele NÃO é um provedor de serviços (de hospedagem). É apenas uma entidade que registra domínios. E permite que você aponte esse domínio registrado para qualquer provedor de serviços. Bom: se você já fez o registro lá, bastará apontar os DNSs para a Builderall. Por exemplo, o domínio que registrei para RECURSOS, inicialmente, foi franqueamento-builderall.com.br, Apenas foi apontado para os servidores DNS da Builderall:

Servidor de nomes BUILDERALL
ns1.l4dns.com
ns2.l4dns.com

Domain names for just 88 cents!

O apontamento não significa que o domínio está imediatamente disponível

Pode demorar até 48 horas para se propagar os DNSs em todo mundo. Você pode verificar isso em em DNS Propagation Checkerhttps://www.whatsmydns.net/#NS/seudiminio.com.br.

Não fique nervoso se a propagação não chegar rapidamente na Rússia (a menos que vá vender lá, hehehe). Depois que você ver que os DNSs do seu domínio estão propagados no mundo (esqueça a Rússia), aí sim, você volta para a área de RECURSOS do Builderall e pede para conectar o seu domínio ao sistema de recursos.

Você verá que agora sim, qualquer que seja o recurso escolhido, ele sempre conterá o seu domínio. Note que ao mudar de recurso, o link muda (essa dica não é muito clara para iniciantes.. – e nós iniciantes apanhamos no começo). Eses links de recursos – que variam – contém o seu ID. Ou seja, se alguém clicar nesse link, o seu ID (identidade dentro da Buiderall) vai ser usado para saber que foi você que fez um usuário entrar na página e, se a pessoa comprar algo, essa ID irá associar a venda a você, garantindo as suas comissões de venda e que a pessoa esteja na SUA REDE.

Importância de ter um domínio para Recursos

Porque é importante ter um domínio próprio para RECURSOS, você pode estar se perguntando… Porque o domínio genérico Builderall, que é muito usado em muitas campanhas de diversos usuários (QUE NÃO USAM UM DOMÍNIO PRÓPRIO), pode ser considerado como uma espécie de “SPAM” nas campanhas de marketing nas redes sociais, ou em outros sites onde você compra TRÁFEGO. Com isso, sua campanha pode ser “barrada no baile“. Usando um domínio próprio essas chances caem praticamente a zero.

domínio para E-MAIL MARKETING, BLOG PRÓPRIO, SITE PRÓPRIOPasso 2 – Domínios próprios para Sites e Blogs

Você pode criar e associar outros domínios a blogs e sites (responsivos ou pixel perfect), Se você tem uma conta de BuilderAll Business, pode ter até 15 domínios para uso do seu negócio próprio.

Se você usar o domínio radical para um blog ou site, estará apto a definir, dentro do próprio Builderall, quaisquer e-mails associados a esses domínios. Porque eles estarão, no seu provedor de serviços, apontados para os DNSs da Builderall, que tem 100% de AUTORIDADE sobre eles:

Servidor de nomes BUILDERALL
ns1.l4dns.com
ns2.l4dns.com

Isto vale quando você vai hospedar seus sites em servidores regionionais, como AMérica do Sul (Brasil), América do Norte, EUroopa, etc. Se escolher a opção CDN, equivalente a todas as regiões do mundo), o servidores DN deverão ser:

ns3.l4dns.com
ns4.l4dns.com

Acesso a E-mails

O acesso a esses e-mails, definidos dentro do próprio Builderall,  é feito pelo domínio webmail.seudominio.com.br.

Nota Importante: ao criar um blog ou site, você conseguirá inventar infinitos subdomínios.  Porém, você não conseguirá definir nenhum e-mail internamente no Buiderall para subdomínios específicos. Por outro lado, você pode definir infinitos e-mails para domínios específicos. É uma lógica interessante e coerente.E você pode usar estes e-mails internos no Mailing Boss, o e-mail Marketing da Builderall. Qual a vantagem? Garantir a entregabilidade de suas campanhas de e-mail marketing e, mais que isso, evitar que os e-mails entregues caiam na caixa de SPAM dos destinatários.

Nota Muito Importante 2: Esses domínios são para seu uso pessoal e não para seus clientes. Fazer isso, me perdoe, se for o caso, é uma “burrice”. Se for para clientes, pelo menos eles devem abrir uma conta simples da BuilderAll para poderem ter seus sites hospedados na BA. Assim você recebe uma comissão sobre o pagamento mensal deles, gerando faturamento recorrente para você. Do contrário, você queima os domínios que pode usar e não ganha nada com isso. Passe para seus clientes o seu link de recursos de 7 dias grátis, pede para eles se inscreverem, por exemplo.

Se você não quiser (ou puder) usar e-mails definidos internamente no Builderall

Se você quiser usar numa campanha do MailingBoss um e-mail externo, esse domínio NÃO estará apontado para a Builderall.

Como a AUTORIDADE do domínio neste caso não estará na Builderall Toda AUTORIDADE estará no seu provedor de serviços externo,  que tem um painel de gerenciamento de DNSs – e que permitará acrescentar registros tipo TXT, CNAME e outros.

Neste caso, você precisará fazer alterações nesse painel de DNS do provedor para poder usar no MailingBoss um e-mail externo, quer seja novo, quer seja existente. Deverá acrescescentar 2 registros TXT e o registro CNAME que serão usados pelo MailingBoss quando ele for enviar suas campanhas.

Não basta acrescentar os 2 DNSs e TXT e o registro CNAME. Depois de fazer isso, tem de retornar ao MailingBoss e fazer uma verificação. Veja nosso artigo sobre uso de e-mails externos ao Buiderall. Você vai ver claramente como incluir estes registros. Por enquanto, fica aqui mais  uma dica importante: Não envie suas campanhas usando como remetente e-mails do gmail, hotmail, yahoo e similares.

Como conectar um e-mail a um celular ou leitor de e-mail do seu computador

Muito bem, já vimos que você pode comprar um domínio externo e apontar para a BuilderAll, dando ao seu “Office” o controle TOTAL sobre esse domínio. Ou que (agora) pode comprar o domínio na própria BuilderAll (exceto os .com.br) e que, por isso mesmo, a BuilderAll vai ter toda AUTORIDADE sobre o domínio.

Tendo AUTORIDADE TOTAL, você pode criar quantos e-mails quiser, em CONSTRUÇÃO DE SITES. Publicando um site num dos domínios (ou subdomínios, principalmente) que a BuilderAll tem autoridade, você pode criar quantos e-mails quiser. Mas, convenhamos, é um pé no saco ter que ficar visitando o domínio webmail.seudominio.com.br (ou outro qualquer) para ficar conferindo seus e-mails.

O ideal é integrar no seu leitor de e-mails, no desktop ou celular.

Para fazer isso use os seguintes dados:

  • Configuração recomendada: SSL/TSL
  • Webmail: seuemail@seudominio.com.br
  • Senha: senha do seu Webmail
  • Servidor de entrada: mailXX.l4email.com
  • IMAP Porta: 993

  • POP3 Porta: 995

  • Servidor de Saída: mailXX.l4email.com

  • SMTP Porta: 465 (Autenticação solicitada para IMAP, POP3, and SMTP)

    Nota:
    A BuiderAll recomenda que seja configurado sempre como POP3

    ​​​Observação Importante:

    Você terá de substituir o endereço ​​​​​​​mailXX.l4email.com por outro endereço.

    Um caminho rápido para encontrar qual o servidor em que se encontra o seu webmail, você precisa apenas acessar o website abaixo e informar o seu domínio:​​​​​​​

  • https://www.whatsmydns.net/#MX/

Vídeo BuilderAll: Como Conectar o seu Domínio Externo no MailingBoss

Mais duas dicas  Próprio BuilderAll

Assista estes doi vídeos curtos para se certificar do que deve fazer…

Finalizando

Espero que com isso tenha conseguido acertar seus domínios. Se tiver dúvidas, críticas ou sugestões, por favor me escreva nos comentários no final deste post.

Junte-se à nossa rede de Empreendedores Builderall.

turbine seus negócios online

Usando E-mails externos no MailingBoss da Builderall

Usando E-mails externos no MailingBoss da Builderall

Aqui você tem um artigo do que fazer – e o que não fazer – para implantar e-mails externos no MailingBoss da Builderall…

Este artigo complementata o post “Implante seus domínios de Recursos na Builderall“.

email marketing builderallPASSO 1 – Definindo um e-mail de um domínio externo para o E-mail Marketing da Builderall, o MailingBoss

Antes de sair criando campanhas, listas, etc, o melhor a fazer é definir um e-mail que será o e-mail que ENVIA (sender) as mensagens e que eventualmente RECEBE  (recipient) de volta as dúvidas de quem recebeu a mensagens.

Para simplificar sua vida, sugiro que seja o mesmo  e-mail para enviar e receber retornos.

A Builderall recomenda este vídeo como tutorial.

Só siga adiante depois que seu domínio externo estiver verificado!!! dentro do MailingBoss.

Your domain has been successfully verified.

Veja a tela abaixo:dominios no mailing boss 2

Voltando para a tela de DOMAINS do MailingBoss, você verá que o domínio incluído aparece com status de verificação positiva (YES).

Por que foi necessário fazer uma verificação?

Você deve estar se perguntando: isso tudo é realmente necessário? Porque motivo? A própria plataforma do MailingBoss explica:

“With sending domains you can verify the authenticity of the domain used in the campaigns FROM email field.
Verification is very simple, it involves adding just two DNS TXT records for the domain used in the FROM field of a campaign.
Once a sending domain is verified, all future campaigns sent from the verified domain will be DKIM signed and will pass SPF validation, thus giving a higher inbox delivery rate.

Traduzindo isso para nós mortais: pense numa carta física. Alguém escreve a carta e posta no correio. Alguém do correio transporta e entrega no destinatário. No caso da Internet, alguém escreve a carta (o e-mail) e a envia pela internet. O envio é feito por vários servidores, até chegar ao servidor do e-mail de destino.

A primeira coisa que o servidor de destino pergunta é: qual foi o servidor que postou este e-mail??? (o de saída, original). Ele diz um educado “olá” para esse servidor. Se o servidor não responder, ele entende que é um endereço que não existe, é um endereço  “fake”… Já recusa o e-mail de cara.

A segunda coisa que ele faz é olhar em listas negras de domínios e IPs, para ver se o domínio de origem está “barrado no baile“: se estiver, ou joga o e-mail fora (nem vai para o destinatário) ou manda direto pra caixa de LIXO (SPAM) do destinatário. Se nada disso acontecer, aí sim ele tenta colocar o e-mail na caixa de entrada do destinatário.

Que problemas podem ocorrer se usar e-mails de domínios externos não verificados?

O problema quando você usa um sistema como o MailingBoss, ou Sendgrid ou outro, é que eles tem milhares de usuários.

Basta um desses usuários mandar uns 10.000 e-mails de uma lista comprada, ou muito antiga, para começar a estragar a festa… Quando o servidor do provedor de e-mails manda, acaba sendo classificado como um servidor que manda SPAM. Vai parar na lista negra.

Aí você entra no sistema e vai mandar uma campanha sua com apenas 10 e-mails, depois de ter batalhado esses e-mails, feito opt-in direitinho… e esses e-mails de seus leads capturados com todas as boas práticas vão parar diretamente no lixo dos destinatáriosquando conseguem chegar… Por isso a BuilderAll não está deixando subir listas sem você pedir ao suporte – e, se você pedir – explicar muito direitinho de onde vem essa lista.  

Quando você associa um domínio externo seu a um provedor de e-mails, no nosso caso o MailingBoss, quando o servidor de destino pergunta quem está mandando ele enxerga o SEU novo domínio. Se você nunca usou esse e-mail e fez SPAM com, ele, ele ainda é “ficha-limpa“. ELE PASSA NO TESTE. Aí as chances de seu e-mail de fato chegar à caixa de de entrada do desatinatário sobe exponencialmente. É 100% garantido? Ainda não!

Dois motivos pelos quais as entregas não são garantidas, mesmo sendo “ficha-limpa”

Primeiro motivo para não Entregar seus E-mails

Diferentemente dos correios – onde o carteiro entrega a carta mas não pode ler a correspondência, pois isso é ilegal – os servidores de destino hoje abrem a correspondência recebida e “leem tudo” antes do destinatário.

Se o e-mail tem conteúdo ofensivo, se tem muitas palavras como grátis, gratuito, promoção imperdível,etc. ele vai aumentando pontos (negativos). Se tem imagens de origem duvidosa, aumenta ainda mais esses pontos. Se faz links para sites que estão em listas negras, então, ganha mais um monte de pontos (daí a importância de ter um domínio próprio na área de RECURSOS, que tenha o nome limpo na praça).

Quanto mais pontos (negativos) o e-mail ganha, maiores são as chances de ser classificado como SPAM. E aí vai para no lixo do destinatário, direto, se tiver um mínimo de pontos. As vezes fica barrado no próprio servidor que recebe os e-mails.

Segundo motivo para não Entregar seus E-mails

Quando você associa um e-mail externo ao MailingBoss – mesmo que esse e-mail já existisse e já operasse com outro servidor de entregas – o seu email, mesmo que “antigo” está agora operando dentro dos servidores do MailingBoss, na BuilderAll.

Esses servidores tem IPs diferentes dos que dos IPs dos servidores anteriores. Para os servidores que recebem seu e-mail, agora, como o IP é diferente daquele que estavam acostumados e já tinham “aprovado”, seu e-mail começa a ser ratado como se fosse um e-mail completamente novo. Ou como se estivesse operando como o um email de um domínio novo.

Logo, seu e-mail volta a não ser conhecido na praça. Não está em nenhuma lista negra, mas ainda é um ilustre desconhecido, que pode ou não ser considerado e tratado como SPAM.

Se você tem uma lista muito grande (5.000 emails ou mais), e fizer a remessa de uma campanha para essa lista, poderá ter problemas sérios de entrega, pois os servidores de destino, se receberem muitos e-mails de um “domínio novo” (ou domínio antigo com IP novo), já poderão classificá-lo como SPAMMER, diminuindo drasticamente sua taxa de ENTREGAS

Nesse caso, é melhor quebrar sua lista em várias listas e mandar em lotes – até que os servidores se “acostumem” com seu (“novo”) domínio com o novo IP de origem (no caso, um servidor da BuilderAll).

Tem gente que muda para BuilderAll e manda de cara dezenas de milhares de e-mails – e acaba tendo uma taxa de entregas baixa – porque os servidores que recebem os e-mails podiam até conhecer o domínio, mas percebem que o IP de remessa mudou e podem achar que os e-mails são FAKE…

Passo 2 – Testando o envio de e-mails através de uma Campanha no Mailing Boss

Mailing BossLISTA TESTE

O MailingBoss é o sistema de e-mail utilizado pela Builderall para enviar e-mails em campanhas para listas de e-mails que estão dentro dessa plataforma.

Se você não tem uma lista, crie uma de teste com 2 ou 3 e-mails, tendo pelo menos 1 e-mail que você tenha acesso para conferir se a campanha chegou direitinho.

  1. CRIE UMA LISTA DE TESTE – Coloque 2 ou e e-mails numa lista de teste no Mailing Boss. MENU > Lists e clique o botãozinho

    plusVá em Menu > Lists e em Lista Teste clique no ícone
    Acrescente 1 ou e usuários na lista, clicando em CREATE NEW. Defina o status desses e-mails como CONFIRMED.

  2. Em advanced: defina o nome do Remetente e o seu e-mail externo, obrigatoriamente. (senão ele adota automaticamente o seu e-mail de usuário – registro na BuilderAll – e isso pode lhe dar muita dor de cabeça!)

Agora você tem uma lista com 1 ou 2 usuários confirmados.

CAMPANHA TESTE

  1. Agora vamos para EMAIL > CAMPAIGNS > E-MAIL REGULAR, Clique no botão CREATE NEW
  2. Use a lista acima para esta campanha e envie a campanha. Em alguns segundos ela estará enviada.

Tenha certeza absoluta de que o e-mail de remetente é o mesmo e-mail externo que você criou no seu provedor de serviços. Se o preenchimento aparecer como opcional, ignore e coloque o e-mail externo. Confira se o e-mail chegou direitinho,

ERROS QUE COMETI – EVITE PERDER HORAS OU DIAS…

ERRO 1 – ENVIEI A CAMPANHA COM E-MAIL DO GMAIL (E NÃO DO PROVEDOR EXTERNO)

Infelizmente, a primeira campanha que enviei para 2 e-mails de teste caíram direto na caixa de SPAM do meu gmail. [wp-svg-icons icon=”angry-2″ wrap=”i”] Encontrei um Tutorial da Builderall USA falando sobre problemas de SPAM no MailingBoss (MailingBoss How to Avoid Spam).

A primeira coisa que o tutorial fala é que você NÃO pode usar gmail, hotmail, yahoo, etc no e-mail da empresa (como remetente ou recipiente, para os retornos). O perfil da empresa fica  no seu perfil (no topo da página, do lado direito). Como eu me cadastrei na Builderall com meu gmail, ele povoou os emails da empresa (SEND e REPLYTO) com o mesmo e-mail do gmail.

Lá fui eu: cliquei na abinha COMPANY do lado direito e fui acertando o que faltava e os 2 e-mails, substituindo-os, no meu caso, por franquias@franqueamento-builderall.com – que no meu caso é o e-mail EXTERNO que criei para enviar e-mails em todas as campanhas de teste. Muito cuidado, não sei porque, mesmo salvando as alterações, as vezes não salvava. Decidi fazer e salvar uma alteração de cada vez. Aí clicava na abinha de PROFILE (para sair de COMPANY) e clicava novamente em COMPANY, para ver se tinha mesmo alterado o campo.

FIz isso até ter certeza absoluta de que tudo mudou conforme eu queria.

ERRO 2- CONTINUEI ENVIANDO COM E-MAIL DO GMAIL (E NÃO SABIA…)

Copiei a campanha que falhou para uma nova campanha e reenviei novamente. Tudo com o e-mail do novo domínio. De novo, caiu na CAIXA DE SPAM do gmail. [wp-svg-icons icon=”angry-2″ wrap=”i”]. O mais incrível é que quando você está definindo a campanha, antes de enviar para toda a lista, pode enviar um e-mail de teste DO TEMPLATE que está usando. Este e-mail de teste NUNCA CAI no SPAM do GMAIL, mas ao enviar a campanha o mesmo E-MAIL cai em SPAM. 

Desconfiei do conteúdo do meu template de e-mail…Também usei a própria ferramenta do Mailing Boss para ver se o conteúdo do meu e-mail de campanha era caracterizado como SPAM. Ele me deu uma nota 2,5. numa escala de 0 a 5. Mas não disse o que isso significava, mesmo me parecendo um valor baixo (deveria haver uma indicação de escala para o usuário, na tela, para ele saber se é bom ou ruim).

Usei uma ferramenta externa em Test the Spammyness of your Emails, que me disse que meu e-mail era quase perfeito. Então não era problema de conteúdo.

Nota: para usar o testador de SPAM acima, ao entrar na página ele lhe dá um e-mail de teste para onde deve ser enviado o seu e-mail. Acrescente esse e-mail à lista de teste da sua campanha ANTES de enviá-la novamente.

Resultado do testador:teste de SPAM

 

Resultado do E-mail recebido pelo GMAIL: spam gmail

lapis updateComeçou a dar desespero.

Volto ao tutorial americano para ver se há mais alguma dica. Parece, agora, que o problema está na “Lista Teste” que eu montei (ANTES DE ACERTAR OS DADOS DA EMPRESA, em COMPANY, no perfil). Hammm.

Na lista “Lista Teste”, clico no ícone de UPDATE, a do lápis (update). Clico em ADVANCED. Sim, está tudo errado.

Os dados da lista não foram atualizados automaticamente quando acertei os dados de COMPANY, no perfil: a lista permanece com os dados antigos. Putz. Tenho de acertar os dados da lista.

Se eu tivesse criado a lista DEPOIS de acertar os dados no perfil, em COMPANY, talvez estivessem corretos.

De imediato aprendo que, antes de criar qualquer lista, é melhor ANTES acertar os dados do perfil na COMPANY… Também os COMPANY DETAILS estão sem as informações que redefini no perfil, em COMPANY.

Tenho de atualizar tudo novamente. A lista criada antes não capturou os dados atualizados no perfil da COMPANY. De novo, vou acertando e conferindo, um a um, os COMPANY DETAILS.

ERRO 3 – AS COISAS AUTOMÁTICAS DO GMAIL PODEM LHE ENGANAR

Muito bem, minha lista teste parece finalmente parece estar OK.

Copio e envio a campanha e envio novamente. De novo, o e-mail caiu em SPAM.[wp-svg-icons icon=”angry-2″ wrap=”i”] spam gmail 2

 

O jeito é apelar para o Suporte da Builderall. Conferi e reconferi tudo, continua o SPAM.

Ocorre que minha conta de Gmail pessoal – nos testes anteriores – já tinha classificado o e-mail externo como SPAM!!! Ou seja, já estava barrado no baile pelo meu próprio Gmail. Volto à minha Lista Teste, apago a conta de e-mail que automaticamente classificou meu e-mail EXTERNO de remessa como SPAM e incluio uma outra conta de G-mail a que tenho acesso.

Duplico e reenvio a campanha,

Confiro o E-MAIL.

Sucesso total: não caiu no SPAM do novo e-mail (saiba que perdi dias e dias com isso). Cuidado para o Gmail não lhe pregar uma peça!!! 

Leia também : Como integrar formulários WordPress com o MailingBoss da BuilderAll

Junte-se à nossa rede de Empreendedores Builderall.

turbine seus negócios online