Última Atualização:

Facebook atirou no que viu, acertou no que não viu

Quando em 2013 o Facebook adquiriu o Instagram provavelmente não imaginava o que ia acontecer.

O Instagram foi lançado oficialmente como uma rede social dedicada a imagens quadradas em 2010, com exclusividade para o iOS, da Apple. Em 2012, a ferramenta finalmente chegou ao Android e houve um boom no número de usuários.

A plataforma continuou evoluindo. Lançou uma seção para vídeos longos para competir com o YouTube. Mas a grande marca que o app alcançou em junho de 2018 foi atingir 1 bilhão de usuários ativos por mês. O Facebook consegue um pouco mais, pois tem 1.13 bilhões de usuários ativos diariamente

Ou seja, de lá para cá pelo menos 1 bilhão de pessoas diferentes acessam o Instagram pelo menos uma vez por mês em seus smartphones ao redor do mundo, seja apenas para ver o feed, conferir Stories, conversar com amigos ou mesmo descobrir novas contas para seguir. E a média diária está na casa do 500 milhões  de usuários.

Instagram e Facebook: uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa

Instagram é uma plataforma para fotos e vídeos de qualidade. É uma plataforma visual. As pessoas seguem seus amigos por razões óbvias, mas também seguem estranhos que lhes oferecem alguma coisa – sejam imagens de qualidade de cachorros , modelos, memes, pessoas maravilhosas, moda, qualquer coisa.

O Facebook, por outro lado, é uma plataforma voltada para redes e conexão com amigos. É para as pessoas se conectarem com pessoas que elas conhecem (ou querem conhecer). Para tornar a conexão e o networking com amigos divertidos e incríveis, eles permitem que você envie mensagens, poste, compartilhe, comente, curta etc.

Em resumo: O Instagram é para ver imagens e vídeos de qualidade. Você segue pessoas que você não conhece porque elas oferecem algo para você. Facebook é networking para se conectar com amigos e familiares. Você adiciona pessoas que você conhece para se reconectar.

Qual é a melhor Ferramenta de Marketing, afinal, Instagram ou Facebook?

Não é uma questão simples de ser respondida. Se seu público é muito jovem, com certeza o Instagram. A façanha que o Instagram consegue está no engajamento, Hoje em dia, as marcas que postam exatamente o mesmo criativo no Facebook e no Instagram geralmente recebem mais comentários do Instagram do que do Facebook. Embora o Facebook ganhe pontos por alcance, no que diz respeito ao engajamento, o Facebook atualmente não tem um bom desempenho.

Outra questão está ligada ao seu público-alvo: a segmentação do consumidor é muito importante para qualquer profissional de marketing, pois ninguém gosta de divulgar informações irrelevantes para o público-alvo errado. O Facebook permite que você envie a mensagem certa para um público específico, pois tem opções para segmentar por localização, idioma, idade, sexo e outros dados demográficos e por comportamento psicográfico (interesses, por exemplo). No entanto, o Instagram, que também é de propriedade de Zuckerberg, está 100% integrado às ferramentas de segmentação do Facebook, usufruindo por tabela das mesmas vantagens.

Do ponto de vista de engajamento, o Instagram em alguns segmentos de mercado tem um desempenho que chega a ser 10 vezes superior ao do Facebook (como moda, alta costura e roupas finas em geral. O Instagram domina principalmente as indústrias de moda, beleza, design de interiores e arquitetura). 

Para encurtar as coisas, o Instagram é o melhor para marketing direto: envolvimento com os clientes, divulgação, apresentação de novos produtos / serviços, comparação de compras e marketing de influência. Além disso, o Instagram é o melhor para influenciar consumidores com menos de 30 anos, especialmente adolescentes. A melhor parte do Instagram é que ele tem alguns dos usuários mais engajados. Em um dia normal, os usuários compartilham mais de 95 milhões de fotos e vídeos. E essas mensagens geram um total de aproximadamente 4,2 bilhões de curtidas em um único dia.

Por outro lado, o Facebook funciona melhor quando se trata de envolver ou alcançar a geração mais “velha”. Também é importante notar que o Facebook facilita o direcionamento de usuários para um site de terceiros, como sua loja on-line. O Instagram não permite compartilhar um link no post e torna mais complicado para os consumidores (especialmente os mais velhos) terem de acessar a biografia para encontrar o link necessário da sua loja on-line. Essas etapas extras necessárias para visitar um site resultam numa geração de tráfego deficiente para quem não “saca” que isso é possível, pois não é evidente. Mas o pessoal do Instagram já sacou isso e em breve teremos acesso direto via cada “post”. 

Tanto o Facebook quanto o Instagram são as duas principais entre as 10 principais plataformas de marketing de mídia social. Sacar qual delas é a mais apropriada para o seu negócio pode ser o verdadeiro fator de sucesso nos investimentos on-line. É importante que você invista na plataforma correta desde o início – porque vai economizar tempo e dinheiro. O problema é que você terá de descobrir qual das plataformas será a melhor para você…

A grande virada do Instagram ocorreu no final de 2018

No último trimestre de 2018, quase 70% das vendas originadas que tiveram origem nas redes sociais foram realizadas via Instagram, enquanto 27% ocorreram por meio do Facebook. No começo de 2018 era exatamente o contrário!

Hoje em dia mais de 24% de todas as transações de venda nos sites on-line são geradas através das redes sociais.

No início Facebook era responsável por quase 71% das transações, ganhando do Instagram,que contribuia com apenas 26%. Agora inverteu!

Atualmente, o Brasil é o segundo país com mais usuários no Instagram, perdendo apenas para os Estados Unidos, É a rede social que mais cresce no mundo, tem mais de 1,5 bilhão de curtidas por dia, além de ser 15 vezes mais interativa do que o Facebook e contar com o perfil de mais de 1.400 grandes marcas.

A venda por meio do Instagram só tende a crescer.

E via dispositivos móveis. O acesso  via dispositivos móveis ultrapassa 90% (coloquei uma loja de roupas femininas no ar e no último mês 98% dos acessos foram mobile). Ou seja, o desktop está fora de questão para vendas, é muito pouco atrativo dependendo da categoria de produto. 

Em 2017, a receita de vendas gerada a partir do Facebook via mobile representava 62,8% do total, hoje o número caiu para 25,1%, enquanto o Instagram cresceu 37% e é responsável por 72,8% da receita.

Já nas transações via desktop, que hoje são bem menores, o Facebook continua dominante (62,1%), mas com queda em comparação a 2017, quando representava quase 90% da receita.

O Instagram é uma rede social idealizada para o mobile, é natural que a utilização crescente dos dispositivos móveis reforce a tendência de crescimento das vendas por este canal.

Você, como marketeiro de plantão da BuilderAll, tem de levar isso em consideração nas suas campanhas.

Fontes:
Facebook anuncia a compra do Instagram
Instagram ultrapassa Facebook e representa quase 70% das vendas via redes sociais no último trimestre de 2018
Which is a better marketing tool – Instagram or Facebook?
Instagram vs Facebook: Which Can Boost Your Business More?
What is the difference between Instagram and Facebook?

Acesse já a mais poderosa plataforma de negócios online e digital marketing existente.

turbine seus negócios online

Share This